sábado, 26 de maio de 2018

Fla, abrace de vez a retranca | Atlético Mineiro 0x1 Flamengo


Todo mundo acha bonitinho jogar que nem Guardiola. Saída lavolpiana, amplitude ofensiva, posse de bola passando dos 70% e 10 jogadores no campo de ataque. Mas o fato é que nem todo time pode jogar assim, às vezes por não ter capacidade técnica e às vezes pelas características dos jogadores simplesmente não casarem com essa proposta de jogo.

O Flamengo é um desses casos.

Possui uma zaga lenta, laterais sem grande intelecto e um centroavante que não consegue manter a bola 5 segundos no ataque. Tudo ao inverso do que pediria um elenco que se propõe a um jogo de posse. Por outro lado, possuímos zagueiros altos, meias com capacidade de passes velozes e diretos e pontas habilidosos e insinuantes, sem falar em 3 CA's bons de cabeceio e oportunistas. Olhando assim, não seria mais sensato deixar de lado o guardiolismo e abraçar a boa e velha retranca com ligações rápidas para Vinícius/Éverton? Algo assim meio cholístico.

Olhemos nosso jogo de hoje contra o Atlético, jogamos absurdamente mal? Sim.Tomamos um sufoco desnecessário em variados momentos da partida? Também. Mas conseguimos suportar a pressão durante boa parte do tempo e tínhamos lapsos de futebol que permitiam passes em profundidade para Vinícius correr contra a zaga em linha alta da equipe mineira. Num desses lances, o Flamengo lançou, a zaga atleticana afastou mal e Vini foi como uma locomotiva para dentro da área e só rolou para Éverton Ribeiro fazer o tento da vitória.

Obviamente, não vai ser uma simples mudança de estilo de jogo que fará o Fla se tornar uma equipe organizada. Nosso time ainda se prova muitas vezes perdido em campo, espaçado e com uma saída de bola podre de ruim. Mas tem como se ajustar nessa parada para a Copa, e entrar de vez no mundo da retranca e da ligação direta.

Para os puristas do futebol ofensivo que sempre marcou os rubro-negros, apenas digo isso: é melhor aceitar e usar uma estratégia mais condizente com as características de nossos atletas do que ficar perdido num meio termo como costuma acontecer. Com metade do time no ataque mas a defesa - por saber que não é veloz o suficiente pra voltar pra recompor - presa no campo defensivo deixando um buraco no meio de campo para a outra equipe deitar e rolar.

Esqueçam suas fantasias guardiolísticas, abracem o cholismo. Abracem a ligação direta. Abracem as linhas baixas. Abracem a retranca!

Só a base nos salvará

É impressionante como passa tempo volta tempo e o Flamengo mesmo após gastar rios de dinheiro com medalhões sempre acaba sendo mais feliz quando recorre à sua base. Léo Duarte e Thuler mesmo sendo pressionados de forma impiedosa pelo Atlético não se intimidaram e passaram segurança na zaga. Principalmente o segundo, que na sua estréia como titular atuou como gente grande. Sem falar em Vinícius cada vez mais importante para o time, os números comprovam. Ah se Paquetá resolver voltar a jogar bola...

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Sem traumas dessa vez | Flamengo 2x0 Emelec



Finalmente!

Depois de 8 anos, depois de 3 dolorosas eliminações seguidas na fase de grupos, depois de gol do Emelec, escorregão do Samir e Matheus Sávio entrando pra segurar jogo na Argentina. 8 anos se passaram sem que o Flamengo ousasse atravessar as águas da fase de grupos da Libertadores, 8 anos desde o Império do Amor sendo desfeito pelas baladas regadas a muito álcool, sexo e por uma desnecessária tentativa de cavar pênalti de Vinícius Pacheco: o Flamengo finalmente volta à uma oitavas de final da principal competição de clubes do nosso continente.

domingo, 29 de abril de 2018

Segue o líder | Ceará 0x3 Flamengo



Os vândalos e os hipócritas da bola, aqueles que acham que o mundo do futebol possui uma redoma invisível que impede de que as leis que valem aqui fora valham ali dentro, irão ignorar tudo que levou o Flamengo à vitória:

quinta-feira, 26 de abril de 2018

E nem adianta falar da arbitragem | Santa Fe 0x0 Flamengo



O lance no final do jogo foi ridículo? Foi. Podíamos ter saído com a vitória? Podíamos. Mas é bom lembrar duas coisas: a primeira que em nenhum, repito, NENHUM momento da partida fizemos por merecer a vitória. Segundo que para nossa imensa sorte o árbitro e seus assistentes foram suficientemente incompetentes de não marcarem pênalti após Dourado descaradamente colocar a mão na bola dentro da área. Mal soube disfarçar.

sábado, 21 de abril de 2018

Veni. Vidi. Vinci e sofri um tanto | Flamengo 2x0 América Mineiro - A Despedida de um ídolo


O Flamengo venceu o América Mineiro por 2 a 0 em casa, no Maracanã. Os dois gols foram marcados por Henrique Dourado, Vinícius Júnior fez a sua partida mais regular como titular até agora, Paquetá foi bem, o time ainda está perdido em campo, Arão continua nulo e nunca sai, Barbieri faz substituições nonsenses e o sistema defensivo do Flamengo arranjou um jeito um tanto diferente de homenagear Júlio César falhando bisonhamente para que ele pudesse salvar a equipe e se consagrar.

quinta-feira, 19 de abril de 2018

Não há treino aberto que dê jeito nesse Flamengo | Flamengo 1x1 Santa Fe


O Flamengo atual possui sérios problemas: no campo administrativo, futebolístico e no psicológico e nenhum deles é a causa exclusiva do nosso atual momento. Mas sim todos eles juntos e misturados, que em momentos de tensão se tornam ainda mais evidentes pois um resvala no outro e causam quase sempre um desastre.

sábado, 14 de abril de 2018

Passa os 3 pontos aí | Vitória 2x2 Flamengo


O que se viu hoje no Barradão deveria ser lembrado daqui a alguns anos como uma das piores arbitragens da história recente do Campeonato Brasileiro. Um(ou dois dependendo da interpretação) pênalti sonegado, um pênalti ridiculamente marcado tendo como conseguinte uma expulsão injusta e pra finalizar um gol com impedimento claro de Arão no início da jogada. Esse que vai ser usado como argumento para dizer que o "árbitro errou para os dois lados".