quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Renê: Um ponto de equilíbrio.


Quinto reforço anunciado pelo Flamengo para essa temporada, o lateral esquerdo Renê chega após a saída de Jorge, que foi vendido para o Mônaco. Vindo do Sport Recife, clube onde foi formado, Renê chega para brigar com Trauco pela titularidade na lateral esquerda. Se você estiver em nossa página principal, por favor, clique em "Leia Mais" ou no título do texto para ler a análise completa.

Renê nasceu em Picos-PI, e começou sua carreira no clube da cidade, que também se chama Picos. Disputou uma edição do campeonato piauiense, e chamou atenção do Sport. O clube pernambucano o contratou ainda para as categorias de base, mas rapidamente Renê subiu para os profissionais. Renê se destacou bastante no Sport, sendo indicado como um dos melhores laterais esquerdos do Brasileirão 2015. Atraiu interesse de times europeus, mas continuou no Sport. Perdeu espaço quando se lesionou, e o costarriquenho Rodney Wallace assumiu a titularidade.
Renê  jogando pelo Sport.
Renê é um lateral eficiente. O principal uso dele pode ser quando a equipe precisar de mais solidez defensiva, é um jogador que marca muito bem, é capaz de dar equilíbrio a equipe, que naturalmente é bastante ofensiva. Vejamos algumas funções em que pode ser aproveitado, dependendo do esquema adotado:

- Lateral esquerdo (4-2-3-1):
Função mais habitual para Renê. Dando mais equilíbrio defensivo do que Trauco, e também participando da fase ofensiva, com ultrapassagens e passes.


- Lateral esquerdo (4-1-4-1):
Função semelhante a função destacada no esquema anterior. Por ter um ótimo poder de marcação, ele seria responsável pelo equilíbrio defensivo da equipe.


- Ala pela esquerda (3-4-3):
Como ala pela esquerda, Renê teria bastante liberdade para atacar. Ele também teria mais liberdade para jogar pela faixa central do campo, jogada que ele gosta de fazer, saindo com ou sem a bola da lateral do campo para o centro.


- Lateral direito:
Essa é uma função de "emergência". No caso de necessidade, Renê pode fazer a lateral direita, de maneira improvisada.


Pontos fortes:

Renê é um jogador bastante eficiente, principalmente na marcação, e ataca bem também. Ele desarma com bastante facilidade, e gosta de sair da lateral e ir pro centro do gramado, confundindo os marcadores.

- Desarme:
É a principal qualidade dele. Além de ter força, ele tem técnica para se posicionar bem e efetuar o desarme.

- Interceptação de passes:
Outra virtude dele, lê bem as jogadas do time adversário e intercepta passes perigosos.

- Passes:
Quando ele sai da lateral pro meio de campo, ele cria espaços, e consegue acionar bem os seus companheiros no ataque.

- Lançamentos em profundidade:
Outra boa arma, que é catalizada pelo movimento de saída da lateral para o meio de campo.


- Cruzamentos:
Outro ponto bom dele são os cruzamentos, diferente de Trauco e Jorge, ele chega mais a linha de fundo para cruzar.

Pontos fracos:

- Estatura: Com apenas 1,74m, Renê é 10 centímetros mais baixo que Jorge, o que o debilita em jogadas aéreas. Com bom posicionamento, isso pode ser contornado, mas não deixa de ser um ponto fraco.

Números em 2016:

Renê disputou 46 jogos em 2016. Fez 2 gols e deu 3 assistências. Desses 46 jogos, 23 foram no Campeonato brasileiro.

Renê foi outra boa aquisição do departamento de futebol do Flamengo. Um jogador promissor, e que atribui características ao elenco: a de um lateral especialista em marcação. A disputa entre ele e Trauco promete. 

Um comentárioTeste: