sábado, 18 de fevereiro de 2017

Rômulo: O Que Podemos Esperar?


Terceiro reforço anunciado pelo Flamengo para temporada 2017, o volante Rômulo está de volta ao Brasil. Após 4 anos e meio jogando na Rússia, no Spartak Moscow, o volante volta buscando se afirmar no meio de campo do Flamengo, e quem sabe sonhar com uma volta à seleção. Se você estiver em nossa página inicial, por favor, clique em "Leia Mais" ou no título do texto, e confira a análise completa.

Nascido em Picos-PI, Rômulo começou nas categorias de base do Porto de Caruaru. Disputou 3 copas São Paulo de Juniores, onde mesmo com o Porto sendo eliminado na primeira fase do torneio, o volante sempre se destacou. Chegou a ser convidado para treinar no Benfica em 2007, e encantou Rodrigo Caetano (Atualmente trabalha no Flamengo, como executivo de futebol), que tentou leva-lo para o Grêmio em 2008, mas não conseguiu. Em 2009, o mesmo Rodrigo Caetano conseguiu levá-lo para o Vasco, onde o volante começou a se destacar e apareceu para o mundo. Em junho de 2012, Rômulo foi contratado pelo Spartak, onde logo de cara teve grave lesão, e após se recuperar, jogou em altíssimo nível, chegando a ser convocado para a seleção Brasileira.
Rômulo jogando pelo Vasco.
Rômulo é um meio campista completo, bastante versátil, e pode ser utilizado de diversas formas em muitos esquemas. Até mesmo dentro da mesma partida, Rômulo pode exercer funções diferentes, e ajudar seus companheiros. Veja algumas funções que Rômulo pode desempenhar em campo:

- Primeiro Volante (Esquema com 2 volantes):
É a principal função que desempenha em campo. Primeiro volante, mas não fixo na frente da área, e muito participativo nas jogadas ofensivas, distribuindo o jogo com passes ou lançamentos:

- Segundo Volante (Esquema com 2 volantes):
Função que ele exerce com bastante propriedade também. Jogou muitas vezes assim, tanto no Vasco quanto no Spartak. Por ter muita habilidade e versatilidade ofensiva, consegue fazer infiltrações, deixar os companheiros na cara do gol e também finalizar de longe.

- Volante “Carrillero” (Esquema com 3 volantes)
Volante "Carrillero" é um termo argentino, para um volante que joga pelos lados, no esquema "diamante". Ele faz essa função com maestria, jogou muitas vezes assim no Spartak.

- Volante fixo (Esquema 4-1-4-1):
Seria uma adaptação da função dele como primeiro volante, ele teria que ficar mais preso no seu campo de defesa, participando do jogo com passes ou lançamentos longos. Ele seria responsável pelo equilíbrio defensivo do meio de campo.


Pontos fortes:

A principal virtude de Rômulo em campo é o seu dinamismo. Ele consegue dar muita dinâmica para o meio de campo de sua equipe, seja com passes para criar jogadas, passes para desafogar a pressão, movimentação para receber um passe numa posição melhor do gramado, desarmes. É um meio campista completo.
- Passes-Chave:
Rômulo cria muitas jogadas com passes longos, para companheiros em melhor posicionamento. Ele tem uma visão de jogo bastante apurada, consegue enxergar bem a defesa adversária e pensar na melhor jogada.
Veja esse passe. Quebrou as linhas de marcação adversária, e pôs o companheiro na cara do gol.
- Lançamentos:
Devido a boa visão de jogo que Rômulo tem, ele consegue achar companheiros com lançamentos a distância. Seja para criar jogadas mais ofensivas, ou para desafogar quando o time está apertado na defesa, ele tem muita qualidade para executar esses lançamentos.
Novamente Rômulo quebrou as linhas adversárias, a facilidade que ele tem para fazer isso é impressionante.
- Chutes de Fora da área:
Outra boa arma de Rômulo são as finalizações de fora da área, ele tem muita qualidade para as executar. Sempre é uma boa opção contra adversários mais fechados.

- Jogo aéreo e Bolas Paradas:
Rômulo é um jogador alto, tem 1,87 metro, em comparação a Márcio Araújo, são 15 centímetros a mais. Ele é peça importante no jogo aéreo, e em bolas paradas, tanto ofensivas quanto defensivas.
Rômulo será peça chave em um sistema que já conta com Réver, Vaz e Guerrero como pilares.
- Habilidade e Dribles:
Numa posição dominada por jogadores brucutus, Rômulo se destaca por sua habilidade, especialmente com seu drible curto. Ele é capaz de criar espaços e seguir com a jogada, seja com um lançamento, passe ou finalização.
Caneta + o passe pro companheiro melhor posicionado.
- Desarmes:
Rômulo tem muita técnica de desarmes, além de criar jogadas ofensivas com muita facilidade, após recuperar a bola.
Ele desarma e rapidamente sai pro ataque, driblando dois marcadores e passando pro companheiro melhor posicionado prosseguir com a jogada.

Pontos Fracos:

Lesões:
Rômulo sofreu muito com lesões no Spartak, atualmente está 100%, mas é um jogador com histórico de lesões.
Última lesão de Rômulo pelo Spartak.

Números em 2016:

Rômulo disputou 21 partidas em 2016, a maioria delas como titular na Liga Russa. Porém, no fim da temporada foi mais utilizado vindo do banco de reservas.

Rômulo foi mais uma aquisição a custo zero do Flamengo, e tiro mais do que certeiro. É um jogador completo, com nível para jogar na seleção brasileira. Com o auxílio do Centro de Excelência em Performance para mantê-lo longe das lesões, Rômulo tem o que necessita para ser um dos pilares do time, comandando o meio de campo junto com Diego, Arão e Conca. Ele será o principal responsável pelo equilíbrio defesa-ataque do time.



Nenhum comentário:

Postar um comentário