terça-feira, 7 de novembro de 2017

Carvão e diamante


Compostos por carbono, os diamantes são os materiais mais resistentes do planeta. Brilhantes, exuberantes e muito valiosos. Geralmente surgem em vulcões. Alguns já vêm prontos. Outros precisam ser lapidados.

Outro material mineral composto de carbono que também aparece em vulcões é o carvão. Um material frágil, que faz sujeira e sua principal serventia é fazer fogo.

Mesmo com estruturas quase idênticas, o que os torna tão diferentes? O que faz o carbono virar um belo diamante, ou ser apenas um simples carvão?

As condições. 

O Flamengo é como um enorme vulcão historicamente ativo. Cerca de 40 milhões de graus ardendo em paixão. Apesar do calor de sobra vem faltando pressão ao vulcão Flamengo.

É estranho falar nisso, lembrando que há não muito tempo, o vulcão rubro negro entrava em erupção o tempo todo. Salários atrasados, crises políticas, desorganização... era lava pra tudo quanto é canto. e claro que isso está longe de ser bom.

Mas o estado de isolamento e calmaria no distante Ninho do Urubu deixou o elenco rubro negro de vida mansa. O vulcão está adormecido. Os protestos por algum motivo também não chegam. Uma realidade muito distante das constantes erupções de outrora.

E se a torcida não chega no topo da montanha para pressionar, a diretoria muito menos! No que depender dos dirigentes, nosso vulcão vai continuar adormecido, até se tornar um grande ponto turístico. Enorme, lindo e admirável. Afinal, não bota medo é imponente e tem uma roupagem tremenda. Mas medo? Não vem colocando em mais ninguém.

O calor expelido pelo torcedor até chega, mas não é suficiente tão grande ficou o cume criado pela Chapa Azul (justiça seja feita, com a melhor das intenções). Chegar ao vulcão Flamengo às quartas e domingos se tornaram tão valiosas quanto os diamantes que a gente tanto quer. Para  chegar perto, tem que coçar os bolsos.

A maior fonte de calor, amor e pressão ao longo de toda a história do Flamengo são excluídos dos estádios.

Na falta de calor e pressão, o vulcão rubro negro forma toneladas e toneladas de carvão. Vez ou outra aprece até diamantes brutos, mas encontrá-los ou até acreditar que eles se formaram é uma difícil missão devido a falta de condições ideais.

Calor e pressão constantes formam diamantes. Não importa o tamanho do vulcão. Sem as condições necessárias, continuaremos a ver muito carvão e até eventuais erupções. Mas diamantes? Se o Fla x Flu não foi uma mera ilusão, quem sabe a gente não pega esse monte de carvão e incendeia o que falta pra tentar salvar pelo menos a Sul Americana? Mas cuidado, esse carvão é tão fajuto que a única coisa que ele vem queimando é o filme da torcida e gigantesca entidade Clube de Regatas Flamengo.

"Acho que os jogadores estão jogando sem aquela responsabilidade, sem aquela cobrança"


Saudações!

Nenhum comentário:

Postar um comentário